[Tag] Sandy & Júnior

17:00 Ana Flávia Sousa 13 Comments


Segunda-feira pelo visto é dia de Tag e desde fevereiro, quando a Tary publicou este vídeo, eu fiquei alucinada querendo responder esta que ela criou. Ela pegou músicas da melhor duplinha da nossa vida e fez dez categorias para associarmos a livros e se tem um assunto que não me canso de falar, este é livros. Logo quando vi, escrevi no meu caderninho todas as respostas que eu gravaria pro ArqLeitura, mas a chance de fazer isso em vídeo e eu não segurar a voz é muito grande, então preferi escrever e poupar todo mundo da minha cantoria horrorosa.

1. O que é imortal não morre no finalUm livro que não foge do óbvio.
Simplesmente Ana, Marina Carvalho. É aquela releitura de contos de fadas que a gente já conheceu em O Diário da Princesa () , porém a personagem é belorizontina e conhece o pai através do Facebook. Tem muitos clichês, algumas coisas meio nada a ver, mas é gostosinnho até.

2. Eu acho que pireiUm livro meio maluco (ou que te deixou meio maluco).
O Jogo do Anjo, Záfon. Até hoje eu não entendi o livro, sério. Fiquei grudada nele, lendo sem parar de tão envolvente é a história, mas continuo sem saber se o cara era doido, se tudo era verdade ou se quem viajou no final fui eu. Não entendi. 

3. Esse turu, turu, turu, turu aqui dentroUm livro que fez seu coração bater mais forte.
Julieta, Anne Fortier. Gente, que livro maravilhoso. Já falei um pouco dele aqui e continuo não sabendo lidar com aquele romance, com os personagens e com os mistérios da história, é muito perfeito. 

4. Você desperdiçouUm livro com plot mal aproveitado.

Budapeste, Chico Buarque. Amo/sou Chico, amei Leite Derramado, mas este eu li, li, li e li e não me senti envolvida de jeito nenhum. É um escritor que vende suas histórias para outros publicarem como se fossem suas, um personagem sem carisma, sem vontade parece. Não senti nada lendo o livro, mas poderia ser incrível. E deve ter gentes por aí que acham, mas não me pegou.

5. Olha o que o amor me faz, fiquei tão boba, fiquei assimUm livro/autor que te deixou boba (o) de amor.

O Projeto Rosie, Graeme Simson. Muito amor por esta história e pelo Don. Um chick lit, com personagem masculino que tem um tipo de autismo e quer encontrar uma esposa a partir de uma rigorosa seleção. Como não amar? Vai sair o filme dele, mas por enquanto a gente pode ter um gostinho com este "trailer" da editora.

6. Vai ter que rebolar, rebolar...Um autor que vai ter que rebolar pra te reconquistar.

Nicholas Sparks. Teve uma época que eu amava as histórias dele pois delas sugiram filmes maravilhosos. Só que lendo uma atrás da outra a gente vê que é tudo igual, daí larguei. Ainda tenho uns dois ou três dele pra ler, mas ele vai ter que rebolar um bocado pra me conquistar de novo. E olha que nem sou tão exigente assim.

7. Faz sorrir, ou faz chorar...: Um livro que te fez rir e também te levou às lágrimas.

Extraordinário, R.J. Palacio. Eu me diverti muito com o senso de humor do Auggie, muito mesmo, mas morri de chorar em três momentos: Dayse, acampamento e discurso do diretor. Nunca vou superar aquele discurso, nem a Dayse.

8. Inesquecível em mim: Um livro que vive reaparecendo na sua mente.

Meu pé de Laranja Lima, José Mauro de Vasconcellos. Eu só fui ler esta maravilha ano passado, porque ganhei dos meus pais. Eu devo ter passado o livro inteiro com a mão no peito, sentindo tudo que Zezé sentia e assim, valorizando tudo que eu tenho e tive. Talvez seja meu livro favorito da vida. 

9. Quero aprender com vocêUm livro que te ensinou muito.

A vida em Tons de Cinza, Ruta Sepetys.  Mais um livro que tem como tema principal a Guerra, só que na visão do povo da Rússia. Lá, Stalin e seu poder opressor sucumbiu 20 milhões de pessoas aproximadamente, levadas à trabalhar em campos de trabalho forçados, os chamados Gulags, a versão russa de um Campo de Concentração. O livro é de bonito de doer e faz a gente repensar inúmeras atitudes nossas que poderiam ser tomadas de outra maneira. Ensina com a dor daquele povo.

10. Baby, eu já sabia que ia dar certo: Um livro que você amou antes de ler.

Mary Poppins, P.L. Travers. Amei antes de ler porque a minha edição é aquela especial do Ronaldo Fraga, com as ilustrações que ele fez com linha de costuma, coisa mais linda. Eu só conhecia a história de uma maneira meio torta, achava que fosse a mesma de Nanny McPhee, a babá encantada, então já amava antes de ler. É bem diferente, mas amei mesmo assim.

>>Aproveitando este post, quero pedir a você que ajudem esses dois bebês lindos a ganharem um concurso de fotografia, curtindo a foto deles AQUI. Obrigada! :)

BEDA 17|31

13 comentários:

  1. Nanaaaaaaaaa amei a TAG, mas acho que não consigo fazer =/ muito massa mesmo. Sandy e Jr (amor eterno) ♥♥♥

    Beijos amore

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Consegue sim sá! Quando tiver vontade, cê faz. <3

      Excluir
  2. Sandy e Júnior? Caraca, descavou geral a vida. Zerou a infância aqui! Nunca tinha visto essa tag. Suuuuuper/ mega/ hiper original. Que bosta, que eu sou burra pra essas melecas. Vou nem tentar pra não desmoralizar a categoria dos bloguêeero hahaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito boa essa tag. Duas coisas maravilhosas. <3

      Excluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Sandy e Junior também marcaram minha infância e misturados com livros então, ficou perfeito <3

    http://amorticinio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi, Ana! Amo tanto essa tag, como pode juntar duas coisas tão incríveis quanto S&Jr e livros, né?

    Acho que eu sou a única pessoa do universo que ainda não leu nada do Zafón. Tenho A Sombra do Vento e comecei a ler uma vez, mas acabei parando. Vou voltar um dia, mas obviamente não comprei mais nada dele e nem planejo comprar, pelo menos até conseguir terminar o que eu tenho.

    Nunca li nada do Chico, mas tenho muita vontade. Já planejava começar por Leite Derramado mesmo, mas sempre senti uma certa atração por Budapeste. Também quero muito ler A Vida em Tons de Cinza, parece incrível e terrível ao mesmo tempo.

    Meu Pé de Laranja Lima e Extraordinário são dois livros muito maravilhosos que me fizeram chorar até desidratar.

    Muito obrigada pela presença constante lá no blog e mil desculpas não ter conseguido aparecer por aqui recentemente. Mas estou de volta.

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, leia Zafón quando tiver na vibe, que cê vai amar.
      Meu primeiro foi a Sombra do vento e eu amei.

      Isso, comece com Leite, ou não, vai ver eu quem sou péssima e não entendi o livro. hehe
      A vida em tons de cinza foi o melhor que li ano passado.

      Nem preciso falar o quanto chorei nesses dois né? Muito maravilhosos, meu Deus. <33

      Que isso Paloma, a gente entende!
      E por nada, eu amo passar um tempo lá agora que descobri o Viziinha. hehehehe

      Beijos

      Excluir
  6. Nossa, me senti mal porque quaaaase que não li nenhum livro dessa sua lista! Mas amei Extraordinário, e gostei bastante de A Vida em Tons de Cinza! <3

    Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também quase nunca li os que você indica. hehe
      Acho muito cult. hahahha

      Beijos

      Excluir

:)